segunda-feira, 24 de abril de 2017

Conversa sobre o Leve Leite - 27 de abril de 2017

O Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de São Paulo realiza mensalmente o projeto COMUSAN Convida. A ideia é receber pessoas que tenham conhecimentos sobre assuntos relacionados à alimentação, para promover debates descontraídos junto à população. No encontro de abril, no dia 27 de abril, quinta-feira, às 14h00, no Mercado Gourmet (Rua da Cantareira, 306) todas(os) estão convidadas(os) para discutir as mudanças ocorridas no Programa Leve Leite e sua interface com o Direito Humano à Alimentação Adequada, bem como, as possibilidades que podem ser estabelecidas para o efetivo monitoramento do referido Programa. Os encontros são abertos ao público em geral. 

Juventudes e Vulnerabilidades - 7 a 9 de junho de 2017

Entre os dias 07 e 09 de junho, quarta a sexta-feira, das 9h00 às 19h00, no Salão Nobre da Faculdade de Direito da USP (Largo São Francisco, 95) será realizado o "I Seminário Internacional Juventudes e Vulnerabilidades: homicídios, encarceramento e preconceitos", uma iniciativa do Instituto de Saúde (IS), em parceria com a Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. O seminário tem como proposta realizar uma reflexão crítica sobre as violências vivenciadas pelos jovens na América Latina, condições decorrentes de políticas de criminalização e estigmatização dos jovens pobres, negros/indígenas e moradores de bairros/territórios periféricos dos grandes centros urbanos. O evento abordará os eixos temáticos "Juvenicídio na América Latina e Europa"; "A cor do homicídio"; "Os meios de comunicação como fomentadores do medo e do preconceito racial e os movimentos de resistência"; "Encarceramento em massa: Símbolo do Estado Penal"; "Criminalização da juventude e as políticas de drogas"; e "Racismo Institucional". As inscrições são gratuitas e para obtenção de certificado é necessário se inscrever no evento, clicando neste link

Envelhecimento: Dilemas Contemporâneos - 31 de maio de 2017

No dia 31 de maio, quarta-feira, das 8h00 às 17h00, na VIª Jornada do Laboratório de Estudos sobre a Morte, do Instituto de Psicologia da USP, o tema abordado será "Envelhecimento: Dilemas Contemporâneos". Durante todo o dia especialistas abordarão questões como: "Perdas na velhice", "Idosos em instituição de longa permanência, "Demência em idosos" e "Suicídio em Idosos". O evento é gratuito e sem inscrição. São 200 vagas que serão ocupadas conforme a ordem de chegada. O simpósio acontecerá no Auditório Carolina Bori, no Bloco G do Instituto de Psicologia da USP (Av. Prof. Mello Moraes, 1721 - Cidade Universitária). 


Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes - 18 de maio de 2017

No dia 18 de maio, Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, o Hospital Pérola Byington pelo Centro de Referência da Saúde da Mulher, promove das 13h00 às 18h00, encontro sobre o tema, com participação de especalistas na área. As inscrições, gratuitas mas com vagas limitadas, devem ser feitas pelo e-mail perola18demaio@gmail.com. O evento acontecerá no auditório do Hospital (Av. Brigadeiro Luís Antonio, 683). 



Educação Integral para uma Cidade Educadora - 5 de maio de 2017

No dia 5 de maio, sexta-feira, das 9h00 às 12h30, na Sala Plenarinho Freitas Nobre, no 1º andar da Camara Municipal de São Paulo (Viaduto Jacareí), acontecerá o III Encontro do Fórum de Educação Integral para uma Cidade Educadora, com a participação de Helena Singer, palestrando sobre o tema do Fórum e com o relato de duas experiências de Escolas Municipais. O evento é aberto aos interessados sem necessidade de inscrição.


A influência da Revolução Russa na trajetória de um metalúrgico negro - 10 de maio de 2017

No dia 10 de maio, quarta-feira, às 18h30, a Conferência Cedem aborda "A influência da Revolução Russa na trajetória de um metalúrgico negro". O brasilianista John French, da Duke University (EUA), resgatará questões sociais e políticas do país surgidas durante o século XX, a partir do itinerário do metalúrgico Eloy Martins (1911-2005), neto de escravos africanos, nascido no Estado do Rio Grande do Sul. Desde cedo Martins identificou-se com o movimento revolucionário brasileiro, cujo impulso foi muito influenciado pela Revolução Russa de 1917. Em 1928 ingressou no Bloco Operário e Camponês (BOC) e, em 1933, no Partido Comunista do Brasil (PCB). A apresentação será feita pela Profa. Dra. Sonia Troitiño – Coordenadora do CEDEM e professora da Faculdade de Filosofia e Ciências da Unesp, Câmpus de Marília. O evento tem inscrições gratuitas pelo site http://www.cedem.unesp.br/#!/evento1 e acontecerá na Praça da Sé, 108 – 1º andar (metrô Sé). Informações: 3116–1701.

Laerte-se no cinema e no Netflix - 29 de abril e 19 de maio de 2017

"Laertar-se é verbo. Ao mesmo tempo que impele ao movimento, como um imperativo de vida, se volta para si, numa interrogação persistente. Mas aquela que retorna não é o mesmo que foi. E isso a cada volta. Ao acompanhar Laerte Coutinho em seu percurso de investigações sobre o que é ser uma mulher, este documentário também se faz ponto de interrogação. Ou apenas espaço de possíveis. Neste filme, Laerte conjuga um corpo no feminino, esquadrinha conceitos e preconceitos. Não busca identidade. O que conjura são desidentidades. Laerte é filho e filha, é vó e vô. É também pai, de três filhos, órfão de um. É ainda quem leva a filha ao altar como pai e como mulher. E quem, mesmo sem útero, gesta. Envia suas criaturas para confrontar a realidade na ficção dos quadrinhos como uma vanguarda de si. E, nas ruas, ficciona-se como personagem real. Laerte, pessoa de todos os corpos e de nenhum, embaralha qualquer binarismo. Ao indagar sobre Laerte, este documentário escolhe vestir a nudez, aquela que vai além da pele que se habita." (Sinopse do documentário "Laerte-se", feita por uma de suas diretoras: Eliane Brum).
O filme estará em exibição na tela grande em Sâo Paulo no dia 29 de abril, sábado, às 18h00, no Centro Cultural São Paulo, na programação do Festival "É tudo verdade", mas no dia 19 de maio ele será disponibilizado também pelo Netflix.

Pesquisa sobre Cuidados com Pacientes de Alzheimer

Em parceria entre pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) e da University of Central Flórida, EUA (UCF), está sendo feita uma pesquisa, on-line e anônima, que objetiva investigar a depressão, a satisfação com a vida e as relações familiares de filho(a)s cuidadore(a)s com seus pais/mães idoso(a)s com provável/possível diagnóstico da doença de Alzheimer. Pode participar do estudo quem tem mais de 18 anos e há pelo menos 6 meses é responsável pelos cuidados em domicílio do pai e/ou mãe com a doença de Alzheimer. Para participar da pesquisa, basta apenas responder ao questionário, o que leva cerca de 15 minutos, disponível no link: http://ucf.qualtrics.com//SE/?SID=SV_51LgHIYrgEMH88Z . Além de ajudar aos pesquisadores, o respondente estará contribuindo para o avanço da ciência nessa área.Como forma de agradecimento, após a finalização do questionário são disponibilizados alguns vídeos informativos sobre aspectos psicossociais da doença de Alzheimer. Para maiores informações, enviar e-mail para: alzheimerpesquisa@gmail.com

Desafios do Envelhecimento - 3 de maio de 2017

A Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU) promove, no próximo dia 3 de maio, quarta-feira, das 8h00 às 18h00, a primeira edição do Simpósio “USP Rumo ao Envelhecimento Ativo”. O evento, parte do programa Universidade Aberta à Terceira Idade, será realizado na Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin e é aberto ao público em geral. O simpósio conta com a parceria do projeto Envelhecimento Ativo do Hospital Universitário e discutirá a relação do envelhecimento com a memória, a saúde, a economia, a resiliência e o urbanismo. Dentre os participantes estão a antropóloga e escritora Mirian Goldenberg, o economista Eduardo Giannetti, a psicóloga e professora Ecléa Bosi e o arquiteto, urbanista e pró-reitor de Cultura e Extensão Universitária da USP, Marcelo de Andrade Roméro. O encontro tem como foco principal o aumento da longevidade e suas consequências para as pessoas. Segundo o médico e coordenador do programa Universidade Aberta à Terceira Idade, Egidio Lima Dórea, “o aumento da longevidade da população mundial está exigindo mudanças,e novos modelos de relações, trabalho e aprendizados surgirão”. A entrada é gratuita e as inscrições devem ser feitas previamente pelo e-mail envelhecimentoativo@hu.usp.br ou pelo telefone (11) 3091-9183. (Fonte: Imprensa USP com informações da Área de Comunicação Institucional da PRCEU)

Espetáculo tecnológico no Engenho dos Erasmos - a partir de 27 de abril de 2017

O Monumento Nacional Ruínas Engenho São Jorge dos Erasmos, órgão da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP, inaugura, no próximo dia 27 de abril, às 19h, o espetáculo “História, Luz e Som: Memórias de um Velho Engenho”. A atração consiste em uma projeção audiovisual mapeada (videomapping) de aspectos históricos do Engenho em suas próprias ruínas. A exibição audiovisual mapeada – projeção de imagens em sincronia com trilhas musicais – será sobre as estruturas e alvenarias aparentes do monumento. A narrativa se inicia com paisagens urbanas atuais, contrastando com a trajetória histórica colonial do Engenho mostrada em seguida. De acordo com a coordenadora do projeto e diretora do Engenho, Vera Amaral Ferlini, a apresentação em videomapping revela ao público temas essenciais relacionados à História do Brasil e do Açúcar, como a escravidão e os avanços tecnológicos. “O projeto propicia usufruto artístico dos remanescentes arquitetônicos do Engenho e do sítio arqueológico que abriga as ruínas quinhentistas, promovendo este importante testemunho histórico e arqueológico junto à sociedade” (veja uma prévia do espetáculo). A partir de maio, serão oferecidas visitas gratuitas à atração, sempre às 19h, sujeitas a cancelamento em caso de chuva. Serão oferecidas 40 vagas por sessão, com inscrição prévia pelo telefone (13)3203-3901 ou pelo e-mail ruinasengenho@usp.brO Monumento Nacional Ruínas Engenho São Jorge dos Erasmos está localizado à rua Alan Ciber Pinto, 96, Vila São Jorge, em Santos. (Fonte: Imprensa USP, com informações da Divisão de Comunicação Institucional da PRCEU)

Encontros sobre Arte, Educação e Esfera Pública - a partir de 29 de abril

Ao longo de 2017, o MASP realiza cinco encontros, sempre aos sábados, das 9h00 às 14h00, sobre tópicos que orientam as exposições e programas públicos do Museu e que estão em discussão nos campos da arte e da educação no Brasil. São eles: direito à cidade (29 de abril); descolonização e educação popular (10 de junho); cultura e educação indígenas (15 de julho);cultura afro brasileira e educação antirracista (16 de setembro);  gênero e sexualidades (25 de novembro). Com esse programa, espera-se criar um ambiente de interlocução que ofereça ferramentas pedagógicas para professores e educadores, desdobrando em diferentes modos de apropriação e usos do museu pelas comunidades escolares. Cada edição convida agentes com atuações diversas – artistas, educadores, pesquisadores – para compartilhar experiências nos temas propostos, reforçando o papel do museu nos debates da esfera pública. Os encontros se dividem em dois momentos. O primeiro, no grande auditório do MASP, é aberto para todos os interessados. Será composto por apresentações feitas por três convidados, que introduzirão os assuntos e levantarão pontos para discussão. O segundo momento é dedicado exclusivamente para professores e educadores, com menos vagas. Serão três sessões de trabalho moderadas pelos palestrantes convidados, para aproximadamente 25 participantes. Os grupos permitirão mais tempo e espaço para o debate do que foi apresentado e para o compartilhamento de experiências dos participantes no campo da educação. A programação foi construída em parceria cultural com a ONG Ação Educativa. As inscrições para o primeiro encontro estão abertas: Inscreva-se aqui. (Fonte: Boletim CPC/USP)

USP Talks discute Aborto - 26 de abril de 2017

“Reflexões sobre o aborto” será o tema da próxima edição do programa USP Talks, a ser realizada no dia 26 de abril, quarta-feira, em novo horário – das 18h30 às 19h30 – e em novo local – no auditório da Faculdade Cásper Líbero (Av. Paulista, 900, em São Paulo). A legalização do aborto é um dos assuntos que mais divide opiniões ao redor do mundo. No Brasil, a interrupção da gravidez é permitida apenas em casos de estupro, anencefalia do feto ou quando a gestação coloca em risco a vida da mãe. Sabe-se, porém, que milhares de mulheres realizam abortos ilegalmente no país todos os anos, com ou sem a ajuda de médicos, e há um debate permanente na sociedade — assim como no Congresso e no Judiciário — sobre a descriminalização da prática.Os convidados para debater essas questões serão a médica sanitarista e diretora-executiva do Centro Brasileiro de Estudos da Saúde (Cebes), Ana Maria Costa, e o advogado e professor de Direito Penal da Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Leonardo Massud. A entrada é livre e gratuita, por ordem de chegada, até o limite de ocupação do auditório (420 lugares). Para quem não puder comparecer, haverá transmissão ao vivo pelo canal USP Talks no YouTube. O USP Talks é uma iniciativa da USP, em parceria com o jornal O Estado de S. Paulo, que tem como objetivo promover um debate qualificado com a sociedade sobre temas importantes do noticiário nacional. (Fonte: Sala de Imprensa - USP)

Sustentabilidade das Cidades - 25 e 26 de abril

A dinâmica urbana da atualidade exige novos conceitos e práticas de intervenção para que se encontrem respostas aos problemas das cidades, segundo os organizadores do "Colóquio Experimentações Urbanas, Novas Ideias e Soluções Sustentáveis para Cidades", que se realiza nos dias 25 e 26 de abril, no Instituto de Estudos Avançados (IEA). Além de pesquisadores da USP e de outras universidades, o colóquio contará com a participação do sociólogo Jean-Louis Missika, adjunto da Prefeitura de Paris para assuntos de urbanismo, arquitetura, Grande Paris, desenvolvimento econômico e atratividade. O encontro é organizado pelo IEA e pela Faculdade de Saúde Pública (FSP), com apoio da Pró-Reitoria de Pesquisa da USP. A atividade será transmitida ao vivo pela web. Veja mais informações neste link.

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Vagas no Instituto de Psiquiatria

O Instituto de Psiquiatria (IPq) do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) dispõe de 200 vagas para tratamento de pacientes voluntários em diversos grupos e projetos de pesquisa. Os tratamentos são gratuitos, inclusive medicações, exames laboratoriais e de imagem, de acordo com os serviços oferecidos. O instituto está localizado na Rua Dr. Ovídio Pires de Campos, 785, Cerqueira César  – próximo ao Metrô Clínicas. Existem tratamentos para: Crianças pré-escolares com medos noturnos; Depressão – Homens e mulheres, acima de 60 anos; Autismo – Meninas de 4 a 16 anos e 11 meses; Pacientes com diagnóstico de TOC (Transtorno Obsessivo-Compulsivo), de 14 a 65 anos; Esquizofrenia – Pessoas de 18 a 60 anos; Estresse pós-traumático, entre outros. Veja informações mais precisas na matéria publicada no Jornal da USP, onde estão disponíveis todos os tratamentos e também os dados para inscrição e contato direto.

Transferência para a USP

A inscrição no processo seletivo de transferência para a USP será encerrada no dia 12 de abril, quarta-feira. O candidato deverá pagar a taxa de R$ 170,00 na rede bancária até dia 13 de abril por meio do boleto gerado no ato da inscrição. São mais de 700 vagas em vários cursos. O interessado deve acessar o site da Fuvest para obter informações mais detalhadas e realizar a inscrição. No dia 2 de maio, serão divulgados os locais da prova de pré-seleção, que será aplicada no dia 7 de maio. A lista de convocados para a segunda etapa do processo será divulgada no dia 19 de maio. Os candidatos serão selecionados em duas etapas. A primeira trata-se de uma prova de pré-seleção aplicada pela Fuvest. Os classificados nessa prova farão a segunda etapa nas unidades universitárias que oferecem os cursos escolhidos. (Fonte: Assessoria de Imprensa da Fuvest).

Rede Butantã conversa sobre Infância

A reunião regular da Rede Butantã de Entidades e Forças Sociais acontecerá no dia 3 de maio, quarta-feira, das 9h00 às 12h00, no Conselho Tutelar Rio Pequeno/Raposo Tavares (Rua Doutor Paulo Ribeiro Coelho, 115 - Jardim Ester Yolanda). Nesta reunião serão apresentados os trabalhos e as dificuldades mais sérias enfrentadas tanto por este CT como pelo CT Butantã (que atende os distritos Butantã, Morumbi e Vila Sonia). Importante momento para conversarmos sobre a situação da Infância em nossa região e no país. Em maio o Fórum da Criança e do Adolescente do Butantã (FoCA-Bt) estará promovendo uma Semana de Discussão sobre Violência contra a Criança e o Adolescente e esta reunião da Rede Butantã deve se juntar e fortalecer este momento de reflexão. 

Conhecendo as nascentes

Depois do encontro realizado no Ponto de Economia Solidária para conversar sobre o Rio Iquiririm com a participação de profissionais do Rios e Ruas e do Instituto Butantan, agora está sendo planejada uma expedição para conhecer tudo in loco. Partindo da nascente na rua Corinto até o ponto onde deságua no rio Pirajussara e finalizando no Ponto de Economia Solidária onde será feito o registro da experiência. Nesse dia, a data indicativa é o sábado, dia 6 de maio, se pretende contar com a presença de representantes da Sabesp e da Prefeitura Regional. Existe também a intenção de incluir no roteiro a Chácara da Fonte que deverá ser regulamentada como parque público. subprefeitura. Clique nos links para conhecer mais de cada um destes lugares e projetos e acompanhe o Ponto de Economia Solidária para confirmar a data do encontro e muitas outras atividades.

Caminhada pela Paz - 19 de maio

Na próxima sexta-feira, 19 de maio , às 13h30, sai do CEU Uirapuru (Rua Nazir Miguel, 849 - Raposo Tavares) a 9ª Caminhada pela Paz - Em de...