quarta-feira, 26 de março de 2014

Imigrante: Participe do Conselho Participativo Municipal

No próximo domingo,  dia 30 de março, acontecerá a eleição de representantes de imigrantes para o Conselho Participativo Municipal de São Paulo.Essa cadeira extraordinária foi criada para que os imigrantes façam parte desse Conselho que ajudará a cuidar da cidade, com sugestões para a administração pública e fiscalização dos gastos públicos. Seus membros serão eleitos por voto popular da comunidade imigrante residente na cidade e irão compor o Conselho Participativo de cada subprefeitura juntamente com os demais conselheiros eleitos para cada subprefeitura entre os brasileiros, atuando em suas próprias regiões. Werner Regenthal é o candidato apoiado pela Rede Butantã, pela sua participação sempre comprometida e séria com as questões da região e da cidade. A eleição será na Praça das Artes, no centro da cidade e nessa eleição só pode votar quem NÃO possui título de eleitor – não vale dupla nacionalidade ou ser naturalizado brasileiro.

terça-feira, 25 de março de 2014

Golpe Militar

Os dias 31 de março e 1º de abril de 2014 marcam os cinquenta anos do começo de duas décadas do último regime autoritário no Brasil. Em torno dessas datas serão realizadas reuniões, atos, seminários e outros eventos por todo o país e em vários centros de estudos brasileiros no exterior.A Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP não poderia deixar de fazer-se presente no conjunto de iniciativas acadêmicas que procurarão, transcorrido meio século, iluminar essa passagem chave da contemporaneidade do país. Para fazer jus ao caráter multidisciplinar desta unidade, os eventos programados procuram olhar o fenômeno desde diversos ângulos. Espera-se que, no conjunto, possam contribuir para o entendimento e a crítica dos acontecimentos. Entre os dias 19 e 20 de março, a partir das 16 horas, serão discutidos em debates e mesas o Colapso do populismo?, já entre os dias 24 e 27 de março, a discussão será acerca d’O Golpe de 1964 e a onda autoritária na América Latina. No segundo semestre deste ano, entre os dias 17 e 19 de setembro, O Golpe de 1964 e a literatura brasileira são tema das apresentações. Todos os eventos são gratuitos e abertos aos interessados. Confira a programação completa neste site. A FFLCH fica na Rua do Lago, 717. Mais informações: (11) 3091-4612, site http://comunicacao.fflch.usp.br

Golpe militar: 50 anos - memória, história e direitos humanos

Golpe militar: 50 anos – memória, história e direitos humanos, é o tema do seminário que será realizado nas em  2, 3, 8 e 9 de abril de 2014 às 18h30, promovido pelo Cedem – Centro de Documentação e Memória da Unesp, pelo OEDH - Observatório de Educação em Direitos Humanos da Unesp/Bauru, com o apoio da Proex/Pró-Reitoria de Extensão Universitária da Unesp. Dia 2 de abril: “Tenho algo a dizer: memórias da Unesp na ditadura (1964 a 1985)”. Mesa redonda sobre os resultados parciais da pesquisa sobre o arbítrio institucional e as lutas de resistência nos, então, “institutos isolados” e posteriormente na Unesp durante a ditadura.Convidados: Antônio Celso Ferreira (historiador, professor da Unesp-Assis e coordenador do Cedem/Unesp), Maria Ribeiro do Valle (socióloga, historiadora e professora da Unesp-Araraquara) e coordenação de Clodoaldo Meneguello Cardoso (professor de filosofia e coordenador do Observatório de Educação em Direitos Humanos-OEDH/Unesp-Bauru); Dia 3 de abril: “Ditadura civil-militar: memória e ressentimento” , palestra sobre os desdobramentos do golpe civil-militar de 1964 na atual democracia brasileira.Convidada: Maria Rita Kehl (psicanalista, ensaísta, crítica literária, poetisa, cronista brasileira e membro da Comissão Nacional da Verdade), coordenação: Antonio Celso Ferreira; Dia 8 de abril: “Resistência: imprensa alternativa e editoras de oposição”. Mesa redonda sobre as lutas contra a ditadura, feita por jornalistas, outros profissionais da imprensa e pelas editoras de livros de oposição.Convidados: José Luiz Del Roio (ex- senador na Itália, escritor, radialista e membro do conselho internacional do Fórum Social Mundial), Ricardo Carvalho (jornalista, foi repórter de direitos humanos na Folha de São Paulo, atuou na TV Cultura como diretor de jornalismo e na TV Globo como editor-chefe do Globo Repórter) e Flamarion Maués (historiador, editor de livros e foi coordenador editorial da Fundação Perseu Abramo), coordenação: Antonio Celso Ferreira; Dia 9 de abril: “Políticas de preservação da memória”. Mesa redonda sobre as políticas de preservação da memória do período ditatorial de diversas organizações de São Paulo.Convidados: Fundação Mauricio Grabois, Cedic/PUC, Cedoc/CUT, coordenação: Cedem e Fundação Perseu Abramo. Mais informações sobre a programação completa – OEDH/Unesp: http://www.unesp.br/portal#!/observatorio_ses

Gastronomia na Tenda

No projeto Conversas na Tenda, o tema de amahã, dia 26 de março, às 19h00 é "Gastronomia". A conversa será com: Alex Atala - Referência internacional em gastronomia, que explora com delicadeza e originalidade todas as possibilidades dos ingredientes nacionais, aliando as bases clássicas às técnicas atuais: Luiz Américo Camargo - Crítico de restaurantes desde 2004, é um dos fundadores do Paladar do O Estado de S. Paulo e Ana Paula Torres Megiani - Professora do Departamento de História da FFLCH/USP e pesquisadora da Cátedra Jaime Cortesão. Especialista nas áreas de História da Cultura e História da Cultura Escrita, publicou diversos livros e artigos, incluindo Entre comidas públicas e merendas íntimas: alimentação, cerimonial e etiqueta de mesa no tempo dos Filipes. O encontro acontece na Tenda Cultural Ortega y Gasset (Praça do Relógio - Cidade Universitária), com entrada franca. São 565 lugares  e é preciso retirar ingresso com 1h de antecedência.  Informações: 3091-1933 | 3091-1778 ou tenda.contato@usp.br

50 anos do golpe: o regime militar no cinema brasileiro

Marcando o cinquentenário do golpe civil-militar que deu início aos vinte e um anos de ditadura no Brasil, a mostra e seminário "50 Anos do golpe: O regime militar no cinema brasileiro" busca apresentar os eventos e personagens marcantes desta história, reunindo filmes brasileiros sobre o assunto de diversos períodos e estilos, documentais e ficcionais, incluindo os recentes Hoje, Repare Bem, O Dia que Durou 21 Anos e Dossiê Jango, além do ainda inédito Em Busca de Iara, em sessão de pré-estreia no dia 26 de março, às 19h00. A programação, que ocupa a tradicional sala do CINUSP no Favo 4 da Colmeia, a sala Carlos Reichenbach do Centro Universitário Maria Antônia e também o auditório do edifício da Procuradoria Regional da República da 3ª Região do Ministério Público Federal, inclui ainda sessões seguidas de debates com realizadores e personagens dos filmes, pesquisadores, historiadores e ativistas, como Lúcio de Castro, Plínio de Arruda Sampaio, Ivan Seixas, Igor Fuser e Carlos Gianazzi, dentre muitos outros. Promovida pelo CINUSP Paulo Emílio em parceria com o grupo de pesquisa Conflitos Armados, Massacres e Genocídios na Era Contemporânea, da UNIFESP – Universidade Federal de São Paulo, com a Comissão da Verdade Marcos Lindenberg e com a Procuradoria Rional da República da 3ª Região, do Ministério Público Federal, o evento conta com a curadoria do professor Rodrigo Medina Zagni, doutor em Práticas Políticas e Relações Internacionais pelo PROLAM/USP e coordenador do grupo de pesquisa Conflitos Armados, Massacres e Genocídios na Era Contemporânea, e de Marlon Alberto Weichert, Procurador Regional da República e coordenador do grupo de trabalho Memória e Verdade da Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, do Ministério Público Federal. Veja a programação e mais informações em www.usp.br/cinusp

Festa Elis Regina

No dia 17 de marçoElis Regina teria completado 69 anos. Nós temos aqui no Butantã a praça em sua memória, pela qual tanto se lutou para que fosse feita e depois para que não fosse desfeita. Moradores da região, movimentos sociais e artistas têm comemorado essa data todos os anos (só o ano passado que falhou). Esse ano a população se mobilizou e procurou a supervisão de cultura para não deixar passar em branco. Vamos comemorar no dia 30 de março, domingo, das 15h00 às 21h00, na Praça Elis Regina! Um grupo de trabalho para a organização do evento foi criado: o "Coletivo Pimentinha". O grupo propôs um evento com estrutura simples, em alguns pontos semelhante a um sarau, levantou nomes de artistas já dispostos e a contactar, etc. Mais informações e para ajudar na realização do evento: 97172-2274.

USP e as profissões

As visitas monitoradas às faculdades e institutos da universidade, parte do programa "USP e as Profissões", estão com inscrições abertas. A organização é da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU) da USP. Para se inscrever individualmente ou em grupo, basta entrar no site. As vagas, gratuitas, são limitadas. Podem participar estudantes de ensino médio de escolas da rede pública e particular, além de alunos de cursos preparatórios para o vestibular. As atividades se estendem até o dia 31 de outubro. Informações sobre as datas, horários e locais também estão disponíveis no site do programaMais informações: (11) 3091-3250. (Agência USP de Notícias)

Conselho Municipal do Idoso

As eleições para o Conselho Municipal do Idoso serão no dia 12 de abril, sábado, das 9h00 às 17h00, em cada Sub-prefeitura da cidade e poderão votar apenas os maiores de 60 anos. Na região Centro-Oeste o Sr. Élio J. B. Camargo é o representante indicado e apoiado pela Rede Butantã, onde tem participado ativamente, atuando especialmente no Grupo de Trabalho sobre Mobilidade Urbana. Nesta região votam moradores do Butantã (exceto Vila Sonia e Morumbi), Lapa, Pinheiros, Pirituba e Centro com 60 anos ou mais.  e distritos da Zona Norte.Para votar basta levar documento com foto e comprovante de residência. Veja mais innformações em http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/direitos_humanos/idosos/noticias/index.php?p=165547

Amigos da Casa do Bandeirante

No próximo dia 26 de março, quarta-feira, às 20h00, a Igreja Presbiteriana do Butantã (Av. Afrânio Peixoto, 457 - Butantã) acolherá vizinhos do bairro para o lançamento da Associação dos Amigos da Casa do Bandeirante (AACB). Essa associação de bairro tem a finalidade de buscar soluções para a melhoria da segurança e de outras questões da região. Já foram colocadas faixas nas ruas e distribuídos convites para os vizinhos. A reunião é aberta. Informações:  3816-7487 ou pelo endereço eletrônico secretaria@ipbutanta.org.br www.ipbutanta.org.br 

Futebol, história e política

Dia 4 de abril, sexta-feira, às 18h30 na Livraria Martins Fontes (Av. Paulista, 509) lançamento do livro "O Brasil e as Copas do Mundo: futebol, história e política", coletânea de textos com organização de Sérgio Setanni Giglio e Diana Mendes M. da Silva, da Editora Zagodoni. Em ano de Copa do Mundo no Brasil, a informação e reflexão para além do prazer do futebol são bem-vindas. Vamos lá!

Literatura Russa

No dia 27 de março, quinta-feira, a partir das 19h30, o Centro Universitário Maria Antonia da USP recebe Lucas Simone na palestra "O conto e a crítica na formação da literatura russa". O convidado falará sobre dois livros organizados por Bruno Barreto Gomide, professor de literatura russa da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). São eles: Nova antologia do conto russo (1792-1998) e Antologia do pensamento crítico russo (1802-1901). O foco da conversa será no século 19, época de ouro da literatura russa, quando o debate entre autores e críticos foi determinante para a formação de alguns de seus maiores clássicos. Na ocasião, os livros serão vendidos com preços promocionais. O evento é gratuito, limitado a 90 lugares. Mais informações: (11) 3123-5213 / 5214. (Agência USP de Notícias)

sexta-feira, 14 de março de 2014

Escola de Cidadania no Butantã

Amanhã, sábado, dia 15 de março, das 9h00 às 12h00, acontece o Seminário de abertura da Escola de Cidadania da Zona Oeste de São Paulo - Butantã. O Seminário terá como tema principal a ser refletido a Participação Social e contará com a assessoria do ex-coordenador do programa de Orçamento Participativo na gestão Marta Suplicy, Felix Ruiz Sanchez e do Dr. Roberto Gouveia - Sanitarista e professor da Faculdade de Medicina da USP, com o tema: "Experiência da Participação Social na formação do SUS". Representantes das Escolas de Fé, Política, Cidadania e Justiça também estarão presentes, apresentando suas Escolas: Celina Simões (REC/SP) e Muna Zeyn (Assessoria da Deputada Luiza Erundina) farão a apresentação da REC/SP e da importância dessas Escolas no contexto atual político e social. O evento acontece no Complexo Dom Duarte – Educandário (Av. Engenheiro Heitor Antônio Eiras Garcia, 5985) e a Escola funcionará quinzenalmente, aos sábados das 9h00 ao meio dia e tem como objetivo geral estudar, refletir, aprofundar e buscar soluções para as questões sócio-politicas-econômicas a partir do exercício consciente de cidadania. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no horário e local. 

quinta-feira, 6 de março de 2014

Comunidades de aprendizagem

No dia 14 de março, às 18h30, na Faculdade de Educação da USP  (Saguão do primeiro andar do Bloco B) encontro para discutir Comunidades de Aprendizagem, Educação Democrática e o III Manifesto nacional pela educação. O professor José Pacheco da Escola da Ponte, assim como Helena Singer, Ely Paschoalick e vários professores de escolas democráticas públicas e privadas confirmaram presença. O evento vem sendo organizado de forma coletiva e colaborativa e podem ser acompanhados pelo facebook. Convidamos a todo a participar pelo link: https://www.facebook.com/groups/redenacionaldeeducacaodemocratica/

Danças Circulares

"Cantar ou dançar em uníssono com outros, mover-se quando eles se movem e falar quando eles falam é, literalmente atuar como parte de uma entidade maior, participar dela; e quando a separação radical do eu cotidiano se dissolve na communitas de participação – como às vezes ocorre -, a entidade maior se faz palpável. Tais experiências extraordinárias ou mesmo místicas parecem ser profundamente satisfatórias mas, o que é mais importante aqui, podem proporcionar interpretações mais profundas e convincentes de aspectos extremamente importantes e perfeitamente naturais do mundo físico e social que as que pode proporcionar a razão sozinha” (RAPPAPORT, Roy A. Ritual y religion en la formacion de la humanidad. Madrid: Cambridge University Press, 2001, p. 556). Com o objetivo de vivenciar danças circulares de diferentes povos e épocas tendo em vista três níveis de benefícios: 1 – ampliar a percepção e o cuidado relativos à própria saúde e bem estar; 2 – desenvolver e expandir habilidades sociais e grupais; 3 – perceber-se numa teia de conexões e de interdependência com todos os seres, numa relação sentida como sagrada. Destinado às pessoas da comunidade USP (alunos, funcionários, docentes) e da comunidade externa, sem experiência com Danças Circulares. Os encontros serão às terças-feiras das 16h30h às 18h00, de 18 de março a 01 de julho de 2014. As Inscrições serão feitas, no primeiro encontro do grupo, às 16h30. São 20 vagas, gratuitas. Para a confecção do CD com as músicas dançadas no semestre e da apostila,serão recolhidos R$ 20,00 no dia da inscrição. Caso você tenha experiência, queira participar e trazer uma dança circular no outro grupo que partilha vivências e conhecimentos sobre as Danças Circulares, informe-se sobre o horário e instruções para ingresso no e-mail taniapl@usp.br
Os encontros acontecerão no Instituto de Psicologia da USP - IPUSP (Av. Prof. Mello Moraes, 1721 – bloco D - sala Ateliê - Cidade Universitária). Tem ônibus circular saindo da estação Butantã do metrô.

Obscena: o sexo no cinema

Entre os dias 6 e 28 de março, o Cinema da USP Paulo Emílio (Cinusp) realiza a mostra Obscena: o sexo no cinema. A mostra conta com produções desde os anos 1970 até hoje, incluindo clássicos polêmicos e obras recentes como “Ninfomaníaca” (Dinamarca/Alemanha/França, 2013, 118 min) e “Azul É a Cor Mais Quente” (França/Bélgica/Espanha, 2013, 179 min). O objetivo é promover reflexões sobre como o corpo e a sexualidade são visto contemporaneamente. Serão exibidos tanto os filmes que se valem do sexo com pretensões artísticas quanto aqueles que utilizam o sexo apenas como atrativo para o público. A programação completa pode ser acessada no site do Cinusp. As exibições acontecem em duas salas na Cidade Universitária (sala do Cinusp na Rua do Anfiteatro, 181, Colméia, Favo 04, e no auditório do Departamento de Cinema, Rádio e TV da ECA, na Av. Prof°. Lúcio Martins Rodrigues, 443, Prédio 4) e também na sala Carlos Reichenbach do Centro Universitário Maria Antônia (Rua Maria Antônia, 294, Consolação). Mais informações: email cinusp@usp.br, site http://www.usp.br/cinusp (Fonte: Agência USP de Notícias)

Justiça Restaurativa, Cuidados com Idosos, Literatura e Saúde

A Universidade de São Paulo oferece cursos de difusão cultural, atualização e aperfeiçoamento em várias áreas. Muitos são abertos a comunid...