quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Dez anos de Lei Maria da Penha

Com o objetivo de apresentar e discutir os aspectos legais, os serviços e as consequências da aplicação da Lei Maria da Penha no enfrentamento à violência contra as mulheres e os avanços e desafios no enfrentamento à violência de gênero na USP, o Escritório USP Mulheres e a Rede Não Cala convida a todos para reflexão sobre o tema amanhã, dia 18 de agosto, quinta-feira, das 14h00 às 19hh30, no Auditório da Biblioteca Brasiliana, com os seguintes painéis: 14h-15h30 - A Lei Maria da Penha - Percurso e papeis das instituições, processo legal, medidas protetiva. Inquéritos e provas. Registro de Ocorrências (Juíza de Direito- vara Violência Doméstica Oeste – Tatiane Moreira Lima; Promotora de Justiça do GEVID Santana - Fabiana Dal Mas Rocha Paes e Delegada da 2ª DDM da Capital – Jaqueline Valadares da Silva); 16h-17h30 – Conceito de Redes de Enfrentamento à Violência contra a Mulher  (Defensora Pública – Anna Carolina Cabral; Prefeitura de São Paulo – Ana Macedo Galati; Setor Técnico da Vara Violência OESTE – Daiane da Silva Ferriera); 18h- 19h30 - Avanços e Desafios no Enfrentamento à violência de gênero na USP (Rede Não Cala – professora Bete Franco; USPMULHERES – professora Eva Blay; Coletivo R-Existem; Núcleo Consciência Negra – Maria José Meneses, Representantes de Coletivos da USP).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Educação e o mundo moderno - 9 e 10/8/2017

Em virtude do lançamento do livro "Hannah Arendt: a educação e o mundo moderno", organizado por José Sérgio Fonseca de Carvalho e...