terça-feira, 22 de março de 2016

Educação e Movimentos Sociais

A revista Crítica Educativa (ISSN: 2447-4223), periódico do Programa de Mestrado em Educação da UFSCar - Campus Sorocaba (PPGEd-So) criado em 2015, publicará o terceiro número em julho do corrente ano. Além de receber trabalhos em regime de fluxo contínuo (cf.: <http://www.criticaeducativa.ufscar.br>), acolherá, também, artigos para um Dossiê com o tema "Educação e movimentos sociais". O Dossiê procurará enfrentar a problemática teórico-metodológica presente na relação existente entre processos de formação humana e a práxis desenvolvidas pelos movimentos sociais. Alguns autores serão convidados a submeter artigos e os demais poderão ser encaminhados pelo sistema de fluxo contínuo da revista, até a data limite de 23 de maio. Em relação aos movimentos sociais, há uma série de polêmicas que os envolvem, a começar pela conceituação desse fenômeno social que, nas últimas décadas, alterou-se consideravelmente. Se durante o século XIX até o início do século XX eles se articulavam, majoritariamente, na forma de "movimentos sociais clássicos", isto é, como sindicato e partido, sustentados na identidade de classe, a partir da segunda metade do século XX, acompanhando o desenvolvimento as forças produtivas e da dialética que elas mantém com as relações sociais, outras formas de movimentos sociais surgiram articulados por novas identidades, desenvolveram-se, impactaram e impactam a totalidade da vida social contemporânea. "Novos Movimentos Sociais" (NMS) ou "novíssimos" apresentaram-se, desafiando a capacidade das ciências humanas e sociais, bem como da filosofia, de entendê-los, conceituá-los e de explicar a incidência que têm na dinâmica da vida social hodierna. Assim, vários autores que empreenderam essa tarefa heurística tornaram-se referência, mas cada qual com princípios, perspectivas e métodos diferentes, compondo uma seara teórica multívoca neste campo de investigação.O "Dossiê: educação e movimentos sociais" pretende colaborar com a construção de conhecimento sobre esse debate, publicando artigos que enfrentam o desafio de conceituar os movimentos sociais e identificar a relação que eles mantém com a educação, com vistas a produzir subsídios aos que se dedicam a essa problemática teórico-prática.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caminhada pela Paz - 19 de maio

Na próxima sexta-feira, 19 de maio , às 13h30, sai do CEU Uirapuru (Rua Nazir Miguel, 849 - Raposo Tavares) a 9ª Caminhada pela Paz - Em de...