quarta-feira, 11 de abril de 2012

Sangue, Sexo e Horror no Cinema Brasileiro

Realizada em parceria com a Heco Produções, a retrospectiva "Horror no Cinema Brasileiro" exibe, em sessões mensais às sextas-feiras, e com reprises às quartas, filmes representativos de um gênero narrativo que dificilmente associamos à história de nosso cinema. Inédita em São Paulo, a mostra tem curadoria de Eugenio Puppo. Em abril, em plena sexta-feira 13, as atrações são os longas-metragens Excitação diabólica (1982), de John Doo, Meu destino é pecar (1952), de Manuel Peluffo, e O castelo das taras (1982), de Julius Belvedere. Produção estrelada por três musas da Boca – Aldine Muller, Zaira Bueno e Silvia Gless – e pela veterana atriz Wanda Cosmos, Excitação diabólica narra a história de uma velha prostituta com poderes sobrenaturais que atira sua maldição sobre um grupo de motoqueiros cafajestes. A Cinemateca presta mais uma vez sua homenagem ao diretor John Doo, recentemente falecido, exibindo o filme em nova cópia 35mm confeccionada por seus laboratórios especialmente para a ocasião. A madrugada de horror conta ainda com as pérolas Meu destino é pecar, primeira adaptação de um texto de Nelson Rodrigues para o cinema, e O castelo das taras, filme de horror sobre um grupo de universitárias que tem de lidar com os experimentos macabros de uma professora que invoca no corpo de um pastor protestante o espírito do Marquês de Sade. A Cinemateca Brasileira  fica no Largo Senador Raul Cardoso, 207 (próxima ao Metrô Vila Mariana). Outras informações: 3512-6111 (ramal 215).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Educação e o mundo moderno - 9 e 10/8/2017

Em virtude do lançamento do livro "Hannah Arendt: a educação e o mundo moderno", organizado por José Sérgio Fonseca de Carvalho e...